Assalto em Itatiaiuçu deixa donos do O Pastelão feridos a tiros

Por Publicado em:18/05/2021 | Atualizado em:18/05/2021 386

Casal estava em casa quando ladrões atacaram. Foram levados R$ 5 mil em dinheiro e o carro da família. Casal foi atendido no Pronto-Socorro de Itaúna e não corre perigo de morte.

 

No final da noite de domingo, dia 16, ladrões ainda não identificados atacaram a casa dos proprietários do Restaurante O Pastelão, levando R$ 5 mil em dinheiro e o carro do casal, depois de atirar contra os mesmos.

O fato foi registrado em torno das 21h50, quando J.G.A., de 53 anos, estava em casa com a esposa e suas duas filhas e ouviu uma agitação incomum dos cachorros no quintal e foi verificar do que se tratava.

No quintal da residência, no bairro Corta Rio, dois homens estavam aguardando a saída de J.G.A., e entraram em luta corporal com ele. Em seguida um dos homens atingiu a vítima com um tiro nas costas e um outro tiro, de raspão, na cabeça.

Sua esposa, I.J.P.A., de 49 anos, saiu em socorro do marido e também foi baleada, com um tiro no peito. Em seguida os homens pediram o dinheiro que sabiam estar na casa. Além do dinheiro, no valor de R$ 5 mil, eles também se apossaram de aparelhos de telefone celular e dois notebooks e fugiram em seguida, utilizando um veículo Volkswagem Voyage, da família, tomando o rumo de Belo Horizonte.

O casal foi socorrido por vizinhos e levado à Policlínica de Itatiaiuçu, sendo em seguida levados para o Hospital Manoel Gonçalves, de Itaúna, onde os dois foram atendido e permaneceram em observação, com estado de saúde estabilizado.

O local do crime foi isolado pela polícia até a chegada da perícia técnica que fez os levantamentos necessários para buscar pistas que possam levar até os bandidos. O Voyage da família foi encontrado abandonado em uma estrada vicinal que dá acesso ao povoado de Pinheiros.

Pelos levantamentos iniciais a polícia acredita que os bandidos conheciam o local onde estavam atuando, o que pode ajudar a localizá-los. Também aguarda que as pessoas que possam dar alguma pista sobre o caso, que entrem em contato pelos telefones 181 (DDU) pelo 190 ou mesmo que entrem em contato com a polícia, diretamente em uma unidade da PM ou mesmo na Delegacia de Polícia Civil.

Última modificação em Terça, 18 Mai 2021 15:00

Compartilhe esta notícia