CENÁRIO EPIDEMIOLÓGICO E ASSISTENCIAL DESFAVORÁVEL - Leitos esgotados no Hospital de Itaúna

Por Publicado em:28/05/2021 | Atualizado em:28/05/2021 52

Microrregião tem 100% das vagas ocupadas na UTI e Enfermaria e macro Oeste chega a 94% para Covid

Em mais uma classificação na onda vermelha do Minas Consciente, divulgada na última quinta-feira, 27, Itatiaiuçu precisa de atenção redobrada para evitar o aumento da contaminação pelo coronavírus nos próximos dias. O motivo, além de evitar a proliferação da doença, é que os leitos na unidade de referência para atendimento da microrregião de Itaúna, o Hospital Manoel Gonçalves, está novamente lotado.
Segundo os indicadores divulgados pelo governo de Minas Gerais nessa sexta-feira, 28, e pela Casa de Caridade, não havia leitos disponíveis na cidade vizinha, tanto na Enfermaria quanto na UTI, com pacientes aguardando vaga na observação e os que necessitam de terapia intensiva sendo transferidos para municípios que pertencem à macrorregião Oeste. Macro que também apresenta níveis preocupantes, com 94% de ocupação para os leitos exclusivos para UTI Covid.
Nas redes sociais, ainda na quinta-feira, o Hospital Manoel Gonçalves publicou um apelo à população: “Mais uma vez vemos os casos da Covid-19 aumentando e consequentemente o número de internações. O Hospital novamente chega ao seu limite e precisa da ajuda de toda a população para reverter este quadro. Para mudar esta situação, é necessário que toda população se conscientize e continue a seguir as recomendações sanitárias: higienização das mãos, distanciamento social, uso da máscara e também vacinação, essas são as formas que vão contribuir para que vençamos esta luta”.

Índices em alta

A situação da macrorregião Oeste foi considerada pelo Minas Consciente como “cenário desfavorável epidemiológico e assistencial”, com grau de risco, que é medido com número entre 0 e 32, em 28. Na microrregião de Itaúna, o mesmo índice está em 30, mais alto do que o da macro Oeste. Além de aumento de 17% no número de pacientes que aguardam por leitos de UTI Covid.
A positividade na micro de Itaúna, que mede a quantidade de casos com resultados positivos nos últimos sete dias, em relação ao total de suspeitos no mesmo período, está em 30% nesta semana, considerada alta. Já a positividade da macro Oeste é ainda maior, de 33%.
Em todo o estado, de acordo com os dados apresentados pelo Comitê Extraordinário Covid-19, a taxa de positividade está em 36%, um ponto percentual a menos em relação à semana anterior, o que mostra novamente a tendência de platô da pandemia com altos índices. A taxa de incidência da doença no estado apresentou crescimento de 6%. Já o número de pedidos de solicitações de internações aumentou 15,87% na última semana.
Atualmente, segundo a Secretaria de Estado de Saúde – SES/MG, a taxa de ocupação de leitos de UTI exclusivos para pacientes com a Covid está em 79,55%, enquanto a ocupação de leitos de enfermaria está em 78,21%. Em todo o estado, 253 pacientes aguardam por internação em UTI e outros 410 por um leito de enfermaria.

Mudanças no estado

Por decisão do Comitê, 14 macrorregiões de Saúde foram mantidas nas respectivas ondas do Minas Consciente em que se encontram atualmente. Além da Oeste, a do Centro, Centro Sul, Jequitinhonha, Leste, Leste do Sul, Nordeste, Noroeste, Sul e Triângulo do Sul permanecem na onda vermelha; enquanto as regiões Norte, Triângulo do Norte, Vale do Aço e Sudeste continuam na onda amarela.
Já as micros de Turmalina/Minas Novas/Capelinha, Montes Claros/Coração de Jesus, Francisco Sá, Caratinga e Coronel Fabriciano/Timóteo avançam para a onda verde. As micros de Curvelo, Barbacena, João Pinheiro e Além Paraíba evoluem da onda vermelha para a amarela. Já as microrregiões de Guanhães, João Monlevade, Araçuaí, Viçosa, Brasília de Minas/São Francisco/Januária, Pirapora, Oliveira/Santo Antônio do Amparo e Ubá regridem da onda amarela para a vermelha.
As mudanças passam a valer hoje, 29, com a publicação no Diário Oficial do Estado.

Última modificação em Sexta, 28 Mai 2021 17:51

Compartilhe esta notícia